quinta-feira, 29 de outubro de 2020

Coletores de pilhas e óleo de cozinha, produzidos com materiais reciclados, são instalados no UniRios e Colégio Sete

O Grupo Sete de Setembro tem desenvolvido ações que estão interconectadas com os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) que foram aprovados em 2015 por líderes mundiais. 

Os ODS têm diversas metas que precisam ser alcançadas até 2030, porém essa missão requer a parceria dos governos, setor privado, sociedade civil e cada cidadão, assim teremos ações por todas as pessoas e em todas as partes.

Pensando nisso, o G7 produziu e instalou no hall de entrada das suas Instituições (Colégio Sete e UniRios) coletores de pilhas e óleo de cozinha, os quais foram confeccionados utilizando materiais reciclados, a exemplo da caixa de papelão, pedaços de tubos em PVC e recortes de vergalhões.

Os materiais que serão depositados nos coletores (pelos colaboradores, alunos e população) receberão a destinação adequada. As pilhas serão encaminhadas para as empresas parceiras que fazem a logística reversa; quanto ao óleo de cozinha o destino será a ONG Pinhão Roxo que utiliza o resíduo como matéria-prima para produção de sabão e assim gera renda para seus associados.

Portanto, a ação implementada pelo G7 tem como propósito fomentar o ODS nº 12, em especial a meta de “reduzir substancialmente a geração de resíduos por meio da prevenção, redução, reciclagem e reuso” e terá a participação direta da comunidade escolar, acadêmica e do cidadão.

Quer saber todas as metas e conhecer mais do ODS nº 12? 

Acesse: https://brasil.un.org/pt-br/sdgs/12


quinta-feira, 22 de outubro de 2020

G7 ambiental apoia o 1º Mapeamento Nacional dos Pontos Viciados de Lixo

Você certamente já se deparou ou até mesmo convive perto de um local com descarte inadequado e recorrente de lixo, certo? 


Então, existem pontos viciados pelo país que já receberam intervenções de limpeza diversas vezes em curtos períodos de tempo e mesmo assim continua a aparecer lixo e mais lixo! Por isso precisamos de você! 

Que tal participar do 1º Mapeamento Nacional dos Pontos Viciados de Lixo? Seja um agente de mudanças ajudando a mapear o problema para que soluções sejam colocadas em prática. Todos podem participar! É simples, veja as instruções no vídeo abaixo.

O G7 ambiental apoia a campanha por entender que a existência dos pontos viciados de lixo provocam graves impactos ao meio ambiente e à sociedade, bem como atrapalham o tráfego e aumentam o número de vetores nas regiões e nos arredores em que estão localizados, além dos prejuízos quando chove. Como vocês sabem, o lixo pode parar em bueiros e rios, causar alagamentos e enchentes, além de contaminar o lençol freático, propagar doenças infecciosas, entre outros malefícios.

A mudança acontece quando #TodosCuidam!

 

Realização: Limpa Brasil

Correalização: Abrelp e Atitude Brasil

Apoio: Qzela e Astronautas








quinta-feira, 15 de outubro de 2020

A influência do comportamento de rebanho no consumismo

O termo comportamento de rebanho faz referência direta aos animais quando se juntam para obter proteção e/ou fugir de um determinado predador, porém para Gragnani (2017) em relação aos seres humanos, “refere-se à tendência das pessoas de seguirem um grande influenciador ou mesmo um determinado grupo, sem que a decisão passe, necessariamente, por uma reflexão individual”.

Fonte: bbc news

Esse comportamento do ser humano pode ser observado em diversas épocas do ano, a exemplo da páscoa e natal, pois uma grande massa de pessoas toma a decisão da compra de produtos ou serviços que muitas vezes não foram planejados financeiramente.

Dessa maneira, os parágrafos acima citam o consumo e o consumismo, sendo o primeiro um ato de comprar bens que são classificados como indispensáveis à vida e ao bem-estar, a exemplo de água, comida, energia, lazer, entre outros, já o segundo é influenciado pela ansiedade e, muitas vezes, para satisfazer o ego da pessoa ou atender ao padrão estabelecido pela sociedade.

Nesse contexto, em 2009 foi instituído pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA) o Dia do Consumo Consciente (15/10), a data é para “chamar a atenção da população sobre a necessidade de consumir respeitando os limites do planeta e que os consumidores precisam estar bem informados para fazer escolhas mais sustentáveis e optar pela forma correta de descartar os resíduos.”

Fonte: Ministério do Meio Ambiente

Fonte de pesquisa:

https://www.bbc.com/portuguese/brasil-42243930

https://netnature.wordpress.com/2017/09/01/comportamento-de-manada-quando-o-homem-age-em-bando/

https://www.mma.gov.br/informma/item/9700-dia-do-consumo-consciente-estimula-a-reflex%C3%A3o-na-compra-e-no-descarte#:~:text=A%20data%20comemorativa%20de%2015,produ%C3%A7%C3%A3o%20e%20consumo%20est%C3%A3o%20causando.


quinta-feira, 8 de outubro de 2020

Orgulho de ser Nordestino

"Eu quero é cantar o nordeste

Que é grande e que cresce

E você não conhece doutor

De um povo guerreiro, festivo e ordeiro

De um povo tão trabalhador


Por isso não pise, viaje e pesquise

Conheça de perto esse chão

Só pra ver que o nordeste

Agora é quem veste de orgulho a nação."

(Flávio Leandro)


08 de outubro, dia do nordestino!


quinta-feira, 24 de setembro de 2020

Estudo das Espécies Arbóreas do Colégio Sete aponta a presença de Símbolos Nacionais

Tendo como objetivo principal conhecer para proteger, o Colégio Sete realizou o estudo para identificação, quantificação e caracterização das espécies arbóreas que nas últimas 5 décadas foram introduzidas no canteiro da Instituição.

Foram identificadas 11 espécies de árvores, distribuídas num total de 92 exemplares que pertencem a 09 famílias, sendo originárias do Brasil e outros 05 países. Além das árvores foram catalogadas também diversas palmeiras e outras plantas a exemplo da palma forrageira que é uma cactácea cultivada para a alimentação de animais ruminantes nas regiões semiáridas do Nordeste brasileiro.


sexta-feira, 18 de setembro de 2020

G7 Ambiental cria mapa de localização dos Ecopontos e Catadores de Recicláveis

O mapa de localização geográfica dos ecopontos e catadores de recicláveis foi idealizado com o objetivo de aproximar a população (geradores de resíduos) para a entrega voluntária e programada dos resíduos domiciliares.

No mapa é possível identificar os Bairros de Paulo Afonso, além dos nomes e contatos telefônicos dos atores (catadores) que são os facilitadores do processo da reciclagem, assim como as organizações empresariais que disponibilizaram o espaço físico para a instalação dos ecopontos. Portanto, esse é apenas um passo para organização do trabalho dos catadores em especial pois estes trabalhadores que recolhem, separaram, transportam, acondicionam e também beneficiam os resíduos sólidos, dando valor ao "lixo" por meio do seu relevante trabalho. Agora é com você, acesse o mapa e faça um tour, entre em contato com o catador ou com o ecoponto.

terça-feira, 15 de setembro de 2020

Liminar determina retirada de baronesas e descontaminação do Rio São Francisco em Paulo Afonso e Glória (BA)


Acolhendo parte dos requerimentos feitos pelos Ministérios Públicos Federal (MPF) e do estado da Bahia (MP/BA), a Justiça deferiu, nesta terça-feira (15) os pedidos de concessão de tutela provisória de urgência (liminar), visando à descontaminação dos reservatórios de Moxotó, Itaparica e PA4, e de partes da orla do Rio São Francisco situadas nos municípios de Paulo Afonso e Glória, no norte da Bahia.
Fonte: arquivo pessoal

As medidas, formuladas pelo procurador da República Leandro Bastos Nunes e pela promotora de Justiça Luciana Khoury, abrangem a retirada e o manejo de algas macrófitas conhecidas como baronesas, entre outras, cuja proliferação impacta negativamente a piscicultura, a população, as atividades turísticas e a economia dos municípios. 


A temática das baronesas na localidade da prainha em Paulo Afonso/BA foi foco das discussões das reuniões ordinárias de julho e agosto/2020 do Conselho Municipal do Meio Ambiente, na oportunidade o UniRios, por meio dos seus conselheiros, solicitou ao município a apresentação do plano de retiradas das macrófitas aquáticas, bem como das medidas que serão tomadas para monitorar a qualidade da água no que tange a sua balneabilidade.